Ataque de abelhas em cidades: saiba como evitar

A cada dia vimos mais e mais notícias regionais sobre ataques de abelhas em cidades. A última que vimos, veiculada pelo Portal G1 e pelo canal Globo Minas, foi em Alfenas, Minas Gerais, onde uma jovem foi gravemente ferida diante de um ataque de abelhas em uma região urbana. As abelhas estavam em um buraco no poste de luz e atacou a jovem. Felizmente, ela se recupera bem e talvez já tenha até recebido alta.

Infelizmente, muitas pessoas não sabem ao certo o que precisa ser feito para evitar este tipo de ataque e desconhecem que a remoção de abelhas precisa ser feita por profissionais qualificados, pois o risco é muito alto e, na maioria dos casos, ações por pessoas inexperientes não resolvem o problema por completo.

Veja abaixo algumas dicas importantes que devem ser seguidas por todos no caso de ataque de abelhas e locais onde há colmeias em atividade, principalmente em cidades:

  • Jamais tente eliminar o exame sozinho: recorra sempre à especialistas em remoção de abelhas, aos bombeiros ou à guarda civil.
  • Passe por pelo menos 300 metros do enxame: e uma distância considerada segura.
  • Utilize roupas claras: abelhas sentem-se atraídas por cores escuras. Procure utilizar sempre cores brancas ou bem claras.
  • Se sofrer uma picada de abelha, procure retirar o ferrão da pele: é no ferrão que está o veneno. Caso retire rapidamente, a inflamação e a dor pode ser reduzida.
  • Afaste-se e tente não bater nas abelhas: para afastar umas poucas abelhas, o ideal é apenas assoprar. Caso bata numa abelha, ela pode sentir ameaçada e proceder a um ataque.
  • Em caso de ataque, corra em zigue-zague: as abelhas estão mais propícias ao ataque quando estão em formação de colônia. Em caso de suspeita de ataque de enxame, tente manter a calma e corra em zigue-zagues para longe do enxame. Se correr em linha reta, as abelhas podem continuar atrás de você.

Uma picada atraem mais abelhas devido ao hormônio excretado no local. Ao ser picado, afaste-se imediatamente do local!

Pessoas alérgicas são um caso a parte. Em caso de ataque, devemos chamar o serviço de emergência médica para o recebimento de injeções de adrenalina ou anti-histamínico.

Qualquer dúvida ou emergência, lembre-se: a APIMAIS está pronta, 24 horas. Ligue (31) 98630-1658

One Comment

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *